Skip to content

24 primaveras

09/11/2011

‘Estava esperando um menino’. Essa foi a fala de surpresa que minha mãe soltou ao ver uma menina de quase 4 kg no colo da enfermeira. A culpa desse ‘constrangimento’ é das duas ultrassonografias que ela havia feito e que tinham constatado um bebê do sexo masculino.

A dúvida de ‘trocaram meu bebê’ agravou quando ela se deparou com uma criança de olhos puxados e que  havia nascido praticamente roxa. Explico: há quem nasça prematuro, eu passei da hora de nascer. Minha mãe sempre foi muito magra e quase não tinha barriga. No dia que a bolsa havia estourado, um médico bem do incopetente teimou que pelo tamanho da barriguinha ela estava de apenas seis meses, que poderia voltar para casa e retornar no ‘momento certo’. Assim, graças à esse ‘profissional’ eu nasci morrendo enforcada pelo cordão umbilical.

Pois bem, passando o momento trágico e cômico, a dúvida da suposta troca do (a)  filho(a) terminou com o passar dos dias, quando aquele ‘bebezão’ foi mostrando traços dos seus pais e perdendo a cor aroxeada.

Conto essa parte inicial da minha vida hoje, 09/11, dia que completo exatos 24 anos. É incrível como crescemos rápido e como, ao olhar para trás, rimos ao lembrar de toda a nossa vida, mesmo ela estar, de fato, começando agora.

Não tenho do que reclamar, tive uma infância incrível e que até hoje eu tenho orgulho de exaltar. A minha adolescência não foi como a da maioria da minha idade, que estava acostumada a ‘sair de balada’ (meu ouvido doi só de lembrar o som desse termo, haha!) aos finais de semana. Fui uma adolescente mais tranquila, mas reservada, mais caseira e mais tímida, mas mesmo assim foi uma fase que me orgulho e que contribuiu e muito para o que sou agora.

Hoje, adulta (quem diria?), o que vejo ao olhar para o espelho é o reflexo de uma mulher com muitos sonhos ainda não se realizaram, uma pessoa que amadureceu muito e que, apesar disso, também tem muito a aprender. O que desejo e  espero a partir desse meu novo ano? Muito trabalho, muitas conquistas, surpresas, viagens, realizações, sensações, suspiros, sorrisos, lágrimas de felicidades, aprendizados, amor, dias mágicas e lutar para que no próximo dia 9 eu possa olhar para trás e fazer mais um balanço de mais uma primavera que floreceu como eu queria.

Hoje o dia  é meu!

Beijos😉

3 comentários leave one →
  1. Bruna Carvalho permalink
    09/11/2011 10:50

    Muito bom. E você merece esses dias lindos e cheios de flores. Mas seu nascimento explica sua anciedade né? demorou tanto pra nascer, que depois que veio ao mundo não quis perder um segundo.

    Você é especial…

  2. vander@elme.com.br permalink
    10/11/2011 14:44

    Mesmo que atrasado de escorpiano para escorpiano! Parabéns!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: