Skip to content

Além da pele que habita…

16/01/2012

Acabei de assistir ‘A pele que habito’ do Pedro Almodóvar e fiquei impressionada com a capacidade do cineasta espanhol de conseguir se adaptar e com a sua genialidade de surpreender o espectador.

Não vou falar do filme por si só, que não precisa de muitas palavras para defini-lo. Uma só basta: SENSACIONAL! Vou compartilhar, mesmo que bem resumida, um pouco da minha interpretação.

‘Vi’ uma alegoria entre pele como uma camada protetora e pele como uma identidade. Acredito que ‘A pele que habito’ vai além… Quem é a pessoa por traz dessa pele? Qual é a sua história, a sua identidade? Quais são seus medos, complexos e anseios? Você muda a pele e, obrigatoriamente, muda a identidade? Ou as mudanças são apenas físicas? Só a pele pode ser resistente ou frágil ou o íntimo também? Tem um trecho na longa metragem que despertou essas interpretações. Em certo momento no desenrolar da história, há a seguinte fala: ‘Tem que saber que existe um lugar onde se poderá refugiar, um lugar dentro de você, um lugar ao qual mais ninguém tenha acesso, um lugar que ninguém poderá destruir. ’

Essas questões me fizeram pensar e pensar e pensar. Recomendo que assista ao filme e, após fazê-lo, espero que saiba responder para você mesmo (a): quem é você além da pele que habita?

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: