Skip to content

Da borboleta; mudanças. Das cinzas; uma fênix!

29/04/2012

Tenho a concepção de que sempre precisamos da ‘morte’ para renascermos diante de uma nova realidade. Eu, pelo menos, quando vejo que um ciclo na minha vida está chegando ao fim, tenho que viver e digerir muito bem este término. Confesso que tenho certa dificuldade em me desprender de tudo que já acabou. Além disso, o novo me assusta e me deixa apreensiva.

Assim como uma lagarta que morre para dar lugar a uma borboleta, passo por ‘mutações’ e transformações que me possibilitam abandonar o que passou, o que fui, velhos hábitos e  antigas concepções, a fim de que um novo ‘eu’, mais madura e fortalecida, possa eclodir.

Esse jeito de tentar tirar um entendimento com os pontos finais de uma história que dará lugar a outra foi uma maneira que encontrei para aceitá-los melhor, sem que eu sofra e me sinta como uma palavra perdida no  novo parágrafo que se inicia. Não recorro ao meu casulo apenas com os finais, mas quando não estou tão bem.

Passo um tempo no casulo para entender, crescer e me adaptar com tudo isso. Foi uma maneira que encontrei para viver esse processo natural e presente na vida de qualquer um. Admiro pessoas que conseguem e têm facilidade com as mudanças e dificuldades da vida, que se jogam sem receio e apreensão.

Mas, no meu caso, se não ‘vivo’ essa adaptação toda de dar adeus ao que chega ao fim, se preparar e se acostumar com o que bate à porta, me perco no meio do caminho. Mais que ser e ir além das aparências, eu devo me transformar, mudar e regenerar a cada fase que se inicia.

Sempre quando necessário, vou ao mais profundo abismo, mas ressurjo das cinzas como uma fênix renascida para vencer!

E o belo da vida, assim como admirou Guimães Rosa é exatamente assim! “O senhor… mire, veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam, verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra montão.”

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: